CAMPANHA SALARIAL | SEMED cancela reunião de negociação a menos de 24h de sua realização

O secretário de Educação de São Luís, Moacir Feitosa, desmarcou, a menos de 24 horas de sua realização, a segunda reunião de negociação com os educadores para tratar da Campanha Salarial 2019. A primeira reunião aconteceu no último dia 24, e o próprio secretário sugeriu a data do dia 6 de fevereiro, para a segunda rodada de negociação.

No Ofício, entregue na sede do Sindeducação às 16h30 desta terça-feira, dia 5, o secretário alega “razões internas” para o cancelamento do encontro. “Tão logo comunicaremos nova data para a realização da reunião em questão”, complementa o comunicado.

Para os dirigentes do Sindeducação, a atitude é no mínimo antiética, de remarcar – em cima da hora – uma reunião com pauta de tamanha importância para os educadores, sem justificativa plausível. “Avaliamos que a SEMED, de fato, não está levando a sério as demandas da categoria e brinca de negociação, primeiro afirmando que não tem gestão das finanças da secretaria, e depois, cancelando a menos de 24 horas a reunião de negociação”, ressalta a professora Elisabeth Castelo Branco, presidente do Sindeducação.

PRIMEIRA REUNIÃO – Na primeira reunião do Comitê Sindical de Educação com a Secretaria Municipal de Educação – SEMED, o secretário de Educação, Moacir Feitosa, iniciou a reunião afirmando que não possui autonomia financeira para discutir reajuste salarial com os trabalhadores, mesmo sendo secretário municipal, e que tal política teria sido definida pelo próprio prefeito, que transferiu a competência pela gerência dos recursos da educação para um Comitê Gestor Financeiro do Município; entretanto, que todas as demandas pedagógicas seriam debatidas, e as pertinentes, encaminhadas pela secretaria. O secretário esteve acompanhado do adjunto da Educação, e de mais 11 assessores da SEMED.

Marcada para as 9h, a reunião começou uma hora depois por atraso do secretário, e foi finalizada às 11h30 horas, também a pedido de Moacir Feitosa.

Imprensa Sindeducação.

1 comentário

  • Márcio disse:

    Não estou surpreso com a atitude do secretário Moacir Feitosa.Está chegando a hora de darmos uma resposta mais firme, radical a esse tipo de atitude.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *