Votação da LOA de 2022: é necessário lutar por um orçamento que valorize todos (as) os (as) servidores (as) públicos (as) municipais

            Está prevista para acontecer nesta quarta-feira, 29 de dezembro de 2021, a votação da proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) do exercício de 2022, encaminhada pelo prefeito Eduardo Braide (Podemos) com a previsão de um orçamento de R$ 3,6 bilhões a ser executado no próximo ano. Cerca de R$723.102.658,00 serão investidos diretamente em ações da pasta da Educação. Sem considerar a parcela dos recursos do Fundeb (R$ 438.729.868,00), o município irá gastar R$ 284.372.790,00 com Manutenção e Desenvolvimento da Educação – MDE, esse valor representa cerca de 9% do orçamento total, revelando que o investimento nesta área não se materializa como prioridade na atual gestão, principalmente no que se refere à construção e reforma de unidades de ensino (ver análise aqui).

            A Comissão de Orçamento e Finanças da Câmara já finalizou o relatório e apresentou uma proposta de emenda ao projeto de Lei garantindo o reajuste de 7,4% para todos os funcionários da prefeitura, que estão há quase seis anos sem revisão salarial. É grande a expectativa de todos os servidores públicos do município de São Luís, sobretudo porque com salários congelados há tanto tempo e a inflação batendo os 10%, a vida está cada vez mais difícil, tendo em vista que os preços dos alimentos, da conta de energia elétrica, do gás de cozinha e dos combustíveis estão cada vez mais altos, sem falar nos custos efetivos com educação e saúde. Fica impossível manter a qualidade de vida, nomeadamente para os aposentados e aposentadas, que tiveram seus salários achatados ao longo dos anos, cuja única forma de valorização salarial é por meio de reajuste anual.

            O Sindeducação acompanhará a votação da LOA de 2022 e aproveitará para dialogar com vereadores sobre a necessidade de uma política de valorização de todos os/as servidores/as públicos/as, bem como da necessidade e cobrar do prefeito Eduardo Braide a prestação de contas do Fundeb e da concessão do reajuste anual do magistério de acordo com a Lei do Piso. Convocamos todos os professores e professoras a se fazerem presentes na Câmara de Vereadores, nesta quarta-feira, a partir das 9h da manhã, para somarem nesta luta pela valorização e pelo respeito à educação municipal ou que acompanhem a transmissão da sessão nos canais da Câmara:  Youtube (camaraslz), Site (camara.slz.br), APP (câmara.slz).

___________

IMPRENSA SINDEDUCAÇÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *