VIGÍLIA CONTINUA | Presidente da Câmara promete alterar e votar PL nesta terça-feira, 18

Durante reunião com os professores, Osmar Filho se comprometeu em realizar modificações e votar PL nesta terça, 18.

Professores da Rede Pública Municipal de Educação seguem em Vigília na Câmara de Vereadores de São Luís. Na manhã desta segunda, 17, os professores conseguiram audiência com o presidente Osmar Filho (PDT) , que prometeu votar o projeto de lei somente quando as alterações propostas pelos professores forem inseridas ao documento, e com a presença dos profissionais do Magistério durante a votação na Câmara.

Durante o quarto dia de Vigília, esperava-se que o Projeto de Lei já tivesse chegado à Câmara alterado, atendendo as solicitações da categoria, para que o pagamento seja feito a todos os servidores em efetivo exercício no ano de 2019.

Professora Elisabeth dialoga com presidente da Câmara, vereador Osmar Filho (PDT).

Além do pagamento para todos os servidores, a professora Elisabeth Castelo Branco explica que no PL deve constar valor, a origem e a forma de distribuição do recurso, e pontua: “A Câmara deve cobrar do Executivo uma informação essencial, que é a origem do recurso, pois se aprovarem o projeto da forma que está, assinarão um cheque em branco para o prefeito. É preciso ter clareza e esclarecer a fonte”, complementou a sindicalista durante audiência com presidente da Casa, Osmar Filho.

O vereador Osmar Filho (PDT) garantiu que o Projeto de Lei será votado na presença dos professores e ratifica: “uma coisa vocês podem ter certeza, – um compromisso nosso, eu tenho certeza que ninguém vai querer fazer uma votação dessas no escuro”.

VIGÍLIA PROSSEGUE – Na sessão desta segunda houve quórum para votação, mas em razão da negativa das alterações, o presidente da Câmara adiou a votação para esta terça. O Sindeducação convoca os professores para mais um dia de Vigília. Nesta terça, 18, todos convocados para participarem do ato, a partir das 8h30 na frente da Câmara Municipal de São Luís.

Professores em Vigília nesta segunda, 17.

ASSEMBLEIA – À tarde, a partir das 14h30, os professores vão participar da assembleia geral da categoria no auditório da Real Promoções, localizado na Avenida São Luís Rei de França, n.º 17, Bairro Turu. A assembleia vai discutir e encaminhar diversos assuntos de interesse dos profissionais do Magistério da Rede Pública Municipal da Capital, a Campanha Salarial 2020 e a Agenda de Paralisações da categoria, aprovada para os dias 3, 17 e 18 de março.

Para este encontro deliberativo, o Sindeducação também pautou o planejamento de estratégias de mobilização para a conquista do reajuste salarial da categoria, no percentual de 32,15%, referente aos anos de 2017 a 2020; além da Eleição dos novos conselheiros, titulares e suplentes, para o Conselho Municipal de Educação – CME, mandato 2020/2024. Atualmente, os conselheiros que representam a categoria são os professores Sheila Bordalo e Antonísio Furtado.

Imprensa Sindeducação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *