Sindeducação solicita audiência com Prefeito de São Luís para tratar da Campanha Salarial 2018

foto 01 - 20.03.19

A diretoria do Sindeducação esteve na Prefeitura de São Luís, na manhã desta terça-feira, 20, para entregar ofício ao chefe do executivo, Edivaldo Holanda Júnior, solicitando uma reunião em caráter de urgência para tratar do reajuste salarial da categoria de professores, dentre outras demandas.

Mais uma vez, o Sindeducação busca estabelecer o diálogo com o prefeito, no intuito de discutir a pauta financeira da Campanha Salarial 2018, tendo em vista que em 2017  não houve negociação e, sim, uma imposição por parte do governo municipal, que deixou mais de 5 mil professores sem reajuste.

Além de manter uma extensa pauta de reivindicações, os professores enfrentam a resistência da administração pública no que tange o debate real e transparente sobre a viabilidade de reajuste salarial e, ainda, a omissão do prefeito, Holanda Júnior, que tem as atribuições e obrigações de gestor público e como tal deveria assumir a postura de líder e atuar com maturidade política nos momentos de impasses.

“O diálogo é um instrumento de cidadania, sendo de suma importância na relação capital-trabalho. E dentro deste processo de negociação na Campanha Salarial, precisamos ter o contato com o prefeito, o administrador da cidade, para que possamos expor as nossas demandas, e as nossas necessidades enquanto trabalhadores e cidadãos que labutam dia a dia. O Sindeducação exige que o prefeito tome uma nova atitude perante a classe e nos receba para dialogar, assumindo o seu papel de gestor público, nesse momento de negociação”, requereu a presidente, professora Elisabeth Castelo Branco.

Audiência Pública sobre Educação

foto 02 - 20.03.19

Dando seguimento às ações desta manhã, o Sindeducação, também, protocolou junto a Câmara Municipal de São Luís, ofício solicitando em caráter de urgência uma Audiência Pública para tratar da temática “Escola Pública: espaço de aprendizagem? – a importância das condições dos espaços físicos das escolas públicas municipais e dos investimentos na educação pública”.

Em busca do Diálogo

FOTO 3

Na tarde de ontem, 19, a diretoria do Sindeducação também protocolou ofício solicitando, em caráter de urgência, audiência com o governador Flávio Dino e com o vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro.

Devido a intransigência do Prefeito de São Luís, Holanda Junior, em não dialogar com a categoria, o Sindeducação tem tido a iniciativa de buscar outras vias de diálogo para tratar da educação pública de São Luís e da carreira do Professor.

“Estamos procurando o governo do Estado, o Ministério Público, OAB, Câmara de Vereadores e Assembleia Legislativa, a fim de provocar esse diálogo entre o poder público e a categoria dos professores. Entendemos que nesse momento é importante a participação de todos para que possamos discutir e avançar na valorização da categoria dos professores, ressaltou a professora Elisabeth Castelo Branco.

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *