Sindeducação lança campanha de mobilização nesta segunda-feira,12 de abril

A diretoria do Sindeducação convoca filiados e filiados para aderirem, a partir desta segunda-feira (12), sua mais nova campanha de mobilização intitulada “Braide, receba os professores!”. De acordo com a secretária de comunicação do sindicato, Ana Paula Martins, o objetivo desta campanha é pressionar o gestor municipal para a abertura de diálogo com os profissionais do magistério da rede pública municipal e o início da Mesa de Negociação permanente entre o Sindeducação e a Prefeitura de São Luís, além disso, a entidade irá cobrar a pautas da Reivindicação Geral de 2020 que foram descumpridas ou postergadas da gestão de Edivaldo Holanda Júnior para a de Eduardo Braide.

“Desde o período de transição da gestão municipal, nós já remetemos diversos protocolos à Prefeitura de São Luís solicitando uma reunião com o prefeito e, até o final da última sexta-feira (9), não obtivemos nenhum retorno. A categoria de professores anseia por uma resposta do Poder Executivo para tantas demandas que nunca foram atendidas, muitas, inclusive, só foram agravadas pela pandemia da covid-19. Já são 4 meses de gestão de Eduardo Braide, nós não podemos mais esperar. Portanto, estamos convocando para esta mobilização toda a categoria de professores da rede pública municipal para abrirmos esse diálogo urgente”, declarou Ana Paula Martins.

Entre as pautas que o sindicato reivindica discutir com o prefeito está a Revisão Geral Salarial em 2021, cujo percentual aprovado em assembleia da categoria é de 16,43%, calculado a partir da inflação (IPCA) acumulada no período de janeiro de 2017 a janeiro de 2021. Não se pode esquecer que os professores acumulam perdas salariais há mais de 4 anos. Em 2020,a categoria defendeu reajuste salarial de 32,15%, porém a Lei 173/2020, que proíbe reajuste de servidores até o final de 2021, foi uma das desculpas utilizadas para não termos o nosso direito garantido. Além disso, faltou empatia do antigo prefeito com os profissionais da educação durante todo o seu mandato. A valorização do professor da rede pública municipal não pode ficar restrita à promessa de campanha do Eduardo Braide, nós precisamos iniciar as tratativas e ouvir do Poder Executivo o que, de fato, ele vai cumprir.

Outra questão que deve ficar bem clara, para os professores e para a população em geral, é sobre a efetivação do ano letivo de 2021, tanto no que se refere às condições de acesso dos alunos ao ensino remoto (disponibilização de chips, tablets, computadores, etc), quanto à forma que a Prefeitura de São Luís pretende garantir respeito e valorização aos profissionais do magistério, que se queixam de sobrecarga de trabalho, com infinitos formulários para preenchimento e produção de materiais pedagógicos e acessíveis, além do aumento de custos para operacionalização de meios tecnológicos e a necessidade de formação adequada para o ensino remoto.

A presidente do Sindeducação, Regina Sheila Bordalo, reafirma que já foram encaminhados para Semed e Prefeitura de São Luís inúmeros ofícios solicitando reuniões e urgência na resolução das demandas: “Temos um documento bem extenso com todas as nossas reivindicações que já foi enviado à Semed, precisamos de celeridade para que o prefeito Braide atenda nossas solicitações. Não vamos esquecer também do pagamento dos Direitos Estatutários e da convocação dos profissionais que realizaram Concurso Público em 2016 e que, até o momento, não tomaram posse, sendo que nós que estamos no chão da escola sabemos que há uma enorme carência na rede”, completou a dirigente.

CAMPANHA BRAIDE, RECEBA OS PROFESSORES!

O Sindeducação tem em sua missão atuar com muito respeito e responsabilidade na defesa dos interesses da categoria. Portanto, apesar das restrições impostas pela pandemia covid-19, entende que, para que a Prefeitura de São Luís abra o diálogo da Mesa de Negociação, é preciso mais união da categoria e muita pressão.

O momento delicado de enfrentamento da crise sanitária exige o distanciamento social. Por isso, a mobilização para a campanha “Braide, receba os professores” será on-line, e, para participar é muito fácil: basta baixar o card abaixo e compartilhar nas redes sociais, marcando os perfis da Prefeitura de São Luís e do prefeito Eduardo Braide. Não esqueça de escrever nas postagens a #braiderecebaosprofessores.

Vamos pressionar!

Card (aqui)

Lista das redes sociais:

Facebook Prefeitura de São Luís: /PrefeituraDeSaoLuis

Facebook do Eduardo Braide: /eduardobraide

-Instagram da Prefeitura de São Luís:@prefeiturasaoluis

Instagram do Eduardo Braide:@eduardobraide

-Twitter: Prefeitura de São Luís:@PrefeituraSL

Twitter do Eduardo Braide: @EduardoBraide

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *