Sindeducação lamenta falecimento do professor Rodrigo Magno Delgado Silva

A cada 20 segundos, 1 pessoa morreu de covid-19 no Brasil na data de ontem, 06 de abril de 2021. Batemos mais um triste recorde, o país registrou 4.195 mortes, de acordo com levantamento do Conass (Conselho Nacional de Secretários da Saúde); apenas dois outros países já tiveram mais de 4 mil vítimas da doença em um só dia: os Estados Unidos, em janeiro deste ano, e o Peru, em agosto de 2020, segundo dados da plataforma Our World in Data, associada à Universidade de Oxford.

Até quando vamos continuar estarrecidos com tantas mortes, vendo pessoas que tinham um futuro brilhante pela frente perdendo a batalha para esta doença. Hoje, já não são somente mais os idosos, ou pessoas com comorbidades sendo vítimas da covid-19, hoje nos deixam precocemente jovens, pessoas que levaram uma vida inteira de forma saudável e até crianças. A covid-19 não tem um alvo principal, é uma doença avassaladora em todos os sentidos. Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) acreditam que apenas um lockdown nacional, com duração mínima de duas semanas, é capaz de conter o avanço da pandemia no  Brasil. Seria possível evitar que o mês de abril seja “ainda pior” que março, o mês mais fatal da pandemia até o momento, com 66.868 óbitos registrados? Seria. Se já tivéssemos um plano de vacinação célere, se o presidente Jair Bolsonaro não conduzisse a maior crise sanitária do país de forma tão trágica, criticando o uso e máscaras e o isolamento social, se não tivesse estabelecido uma disputa permanente com governadores e prefeitos,

O presidente transformou o país em um cenário de guerra, fúnebre. Infelizmente, hoje, 07 de abril, é mais um dia que a educação pública da nossa cidade permanece de luto, mais um profissional não conseguiu se vacinar a tempo: o professor Rodrigo Magno Delgado Silva perdeu a luta para a covid-19. Nós, do Sindeducação, amanhecemos com a triste notícia de sua partida. Rodrigo Magno, companheiro de luta sindical, lecionava na UEB Major José Augusto Mochel, era um profissional dedicado, muito querido pelos amigos de trabalho e toda a comunidade escolar. Ele parte deixando um legado de dedicação e contribuição à educação pública municipal.  O Sindeducação deseja que seus familiares e amigos, mantendo a fé e a esperança, reúnam forças para enfrentar este momento tão difícil. Descanse em paz, professor Rodrigo Magno! O seu exemplo de amor à profissão nunca será esquecido!

Aproveitamos para reforçar, para toda a sociedade, sobre a importância de seguirmos as orientações sanitárias para o enfrentamento da pandemia, fazendo uso de máscara, de álcool gel, respeitando o distanciamento social e rechaçando o discurso negacionista do presidente do nosso país. Em defesa da vida: vacina para todos, já!

 

____

IMPRENSA SINDEDUCAÇÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *