Sindeducação e demais sindicatos de servidores do município unidos em busca de reajuste salarial

O Sindeducação vem realizando uma série de ações em busca do reajuste salarial para os profissionais do magistério da rede pública municipal de São Luís. Conforme anunciado em nossos canais de comunicação e pauta principal da nossa Campanha Salarial de 2022, que será discutida com mais detalhes na Assembleia Geral convocada para o dia 17, vamos para luta em busca do reajuste do piso nacional, de 33,23%.

E, em meio a um cenário de desvalorização e falta de diálogo com a categoria, o Sindeducação, trabalhando em prol do coletivo, se unindo aos demais servidores do município, que também sofrem perdas salariais há mais de 5 anos e cobram do Prefeito Eduardo Braide valorização e condições dignas de trabalho, compõe uma frente de luta unificada que buscará o reajuste salarial para todos os servidores. A não aprovação da proposta de emenda de reajuste de 7,4% para todos os servidores do município, na sessão que tratou sobre a Lei Orçamentaria Anual (LOA) do exercício de 2022, onde a base aliada do prefeito Eduardo Braide na Câmara Municipal declarou ser inconstitucional, não esmoreceu nossa luta e nem diminuiu nosso compromisso com nossos (as) filiados (as).

Diante da falta de diálogo e transparência da gestão de Eduardo Braide, que segue sem tornar público os gastos dos recursos do município nas áreas da Educação e Saúde, além de não responder demandas que cobram detalhes sobre a folha de pagamento dos servidores, na manhã desta quinta-feira, 13 de janeiro, o Sindeducação, o Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de São Luís (Sinfusp)  e o Sindicato da Saúde (Sindacs) discutiram as estratégias que serão empreendidas nos próximos meses para colocar na rua uma campanha unificada de abertura de Mesa de Negociação. O Sindeducação convoca toda a categoria para acompanhar os próximos passos dessa luta coletiva em nossos canais de comunicação. Fique atento para fazer parte dessa grande mobilização! O enfretamento continua, dessa vez será muito mais forte!

__________

IMPRENSA SINDEDUCAÇÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *