RESPEITE O PROFESSOR | Sindeducação lança campanha de mobilização nas redes sociais

Em face dos últimos ataques da Prefeitura de São Luís contra os direitos dos profissionais do Magistério municipal, que ocorre em meio ao surto de coronavírus no Brasil e no Maranhão, o Sindeducação lançou nesta segunda-feira, dia 23, a campanha Respeite o Professor!, com objetivo de mobilizar a categoria nas redes sociais em defesa do reajuste salarial de 32,15%, referente aos últimos quatro anos (2017 / 2018 / 2019 / 2020), e contra a elevação da alíquota de contribuição da Previdência Municipal (IPAM) de 11 para 14%.

A professora Elisabeth Castelo Branco, presidente do sindicato, explica que nessa campanha o fator mais importante, e sem o qual não haverá vitória, é o engajamento dos professores. “Todos os professores devem compartilhar as postagens do Sindeducação em suas redes sociais: Facebook; Instagram; Twitter e WhatsApp”, indica.

Segundo a dirigente, os educadores devem visitar as redes sociais do Prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), e cobrar respeito com a categoria e o pagamento do reajuste salarial. Os vereadores também devem ser cobrados, alertando, que quem votar contra professor não volta para a Câmara em 2021.

Na avaliação do Sindeducação só há uma maneira de parar esses ataques, enquanto perdurar o isolamento social: com mobilização virtual!

Vamos dizer ao Prefeito e vereadores que nós não aceitaremos a aprovação de tais PL´s, propostas desumanas e cruéis com professores e servidores públicos municipais em geral. Para a vitória, contamos com a participação de todos!”, conclama a presidente do Sindeducação.

SAIBA MAIS SOBRE

– Frases para o Prefeito (copie aqui e cole nas redes sociais):

Prefeito Edivaldo, pague o reajuste salarial do professor! São 32,15% de perdas salariais nos últimos 4 anos!

Prefeito Edivaldo, elevar a alíquota da previdência em 3% é punir o servidor público!

Prefeito Edivaldo, respeite o Professor!

– Frases para os vereadores (copie aqui e cole nas redes sociais):

Vereador (a), estamos com perdas salariais de 32,15%. Migalha não (2,6%)!

Vereador (a) elevar a contribuição da Previdência para 14% é punir o servidor público!

Se votar contra professor, não volta em 2021! 

– Baixe as imagens clicando nos números a seguir:

01

02

03

04

05

06

 

Imprensa Sindeducação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *