RENOVAÇÃO | Assembleia Geral elege novos membros para o mandato 2020/2024 do Conselho Municipal de Educação

Processo de eleição foi fiscalizado pelo dirigente Nacional da CNTE, Cleiton Gomes,  que na imagem é observado por candidatos ao CME/São Luís  2020-2024.

Durante a Assembleia Geral Extraordinária realizada no último dia 18, no auditório da Real Promoções, os professores da Rede Pública Municipal de São Luís votaram e elegeram os novos membros, titulares e suplentes, para o Conselho Municipal de Educação – CME/São Luís, Quadriênio 2020-2024. Elisabeth Castelo Branco e Domingos Silva foram os professores mais votados e garantiram as duas vagas de representação da categoria no CME.

Professora Elisabeth e professor Domingos eleitos membros titulares do CME. Professora Sheila Bordalo, de branco, garantiu uma suplência ao lado do professor Leonel Torres, que não está na imagem.

Também entraram na disputa, os conselheiros no mandato 2016/2020, professores Antonísio Furtado e Sheila Bordalo. Apenas Sheila conseguiu votos suficientes para garantir vaga em uma das suplências. O professor Leonel Torres foi o escolhido pelos professores para ocupar a outra suplência.

Os 275 professores presentes à assembleia votaram da seguinte forma:

Elisabeth Castelo Branco – 122 votos (titular);

Domingos Silva – 77 votos (titular);

Leonel Torres – 67 votos (suplente);

Sheila Bordalo – 52 votos (suplente);

Os professores não eleitos obtiveram os seguintes resultados:

Antonísio Furtado – 50 votos;

Nathália Karoline – 37 votos;

Gleise Sales – 17 votos;

Os candidatos puderam se inscrever durante a assembleia, e tiveram um tempo para fazer a defesa de suas ideias junto aos professores. Antonísio e Sheila, além do tempo de voz, também confeccionaram material impresso em gráfica para distribuição aos professores. Eles também contaram com o apoio da professora Ana Paula, que além de distribuir os materiais e pedir votos, tentou conturbar o processo eleitoral, sem sucesso.

Material de campanha, impresso em Gráfica, distribuído durante assembleia.

Professor Antonísio Furtado, membro titular que não conseguiu a recondução ao CME, faz a defesa de suas ideias.

Candidatos acompanham, durante assembleia, apuração eleitoral para o CME São Luís.

CONSELHO DE EDUCAÇÃO – Como atribuições do Conselho Municipal de Educação, os conselheiros são responsáveis por fiscalização das escolas; autorizando o funcionamento delas, exercendo a função de mediadores entre a sociedade e os gestores municipais de educação.

Cabe aos conselheiros, dentre outras atribuições, normatizar e elaborar as regras, adaptando para o município, as determinações das leis federais e estaduais, e as que venham complementar, quando necessário.

Responder aos questionamentos e dúvidas do Poder Público e da sociedade. As respostas do órgão são consolidadas por meio de pareceres, fiscalizando e acompanhando a execução das políticas públicas e monitorando os resultados educacionais do sistema municipal.

ALERTA – A professora Elisabeth, durante a defesa de seu nome para o Conselho, fez um alerta aos professores, informando que foi aprovado um regimento no Conselho, e posteriormente ratificado pela Câmara Municipal, que restringiu os poderes CME São Luís e a participação dos trabalhadores, ampliando o poder da Administração Pública, em uma sessão que os representantes dos professores, nesse mandato que finda (2016/2020), estavam ausentes.

Precisamos entender que quando um conselheiro falta ao seu compromisso de bem representar os professores, ele deve avisar, para que o suplente se apresente e faça a defesa dos pleitos do Magistério. Conselho é coisa séria”, denunciou a sindicalista.

Os professores eleitos aguardam, agora, o Decreto Municipal com suas nomeações, para iniciarem os trabalhos.

Imprensa Sindeducação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *