Luta dos professores em situação de Acúmulo de Cargos chegou ao fim após quase 3 anos.

Prefeitura de São Luís entregou decreto de Unificação de Matrículas nesta semana.

Na tarde de terça-feira, 28 de junho, a Prefeitura de São Luís realizou solenidade no Palácio de La Ravadière, que marcou a assinatura do Decreto de Unificação de Matrículas para os profissionais que estavam em situação de Acúmulo de Cargos Públicos (Município e Estado), e que foram acionados pelo Tribunal de Contas do Estado, em 2019, para que resolvessem a questão antes que respondessem a processos administrativos e judiciais.
Presentes na solenidade, o prefeito Eduardo Braide e a secretária de Educação, Caroline Salgado e os mais de 70 profissionais contemplados no edital de unificação. O Sindeducação se fez presente no evento somente porque um dos professores que participaram do edital é um dos diretores do Sindeducação. A entidade com todo o seu caráter representativo, foi deixada de lado neste final de processo.

Com tal postura, a Prefeitura de São Luís desconsiderou toda a luta empreendida nos últimos anos pelo sindicato ao lado destes profissionais, parte desse incômodo, possivelmente se deu pelos atos públicos que organizamos em frente à Prefeitura de São Luís somente para pedir celeridade para a situação e chamar atenção da sociedade pelo descaso como vinha sendo tratado essa questão, que era muito séria e que colocava em risco o sustento de dezenas de famílias.
Para a diretoria do Sindeducação, o decreto de Unificação de Matrículas é mais um conquista da categoria e chega para valorizar o trabalho destes profissionais que acumularam cargos sem intenção alguma de lesar o município, pelo contrário, foi para atender a demanda da rede e suprir a enorme carência de professores (as).
Quem acompanhou toda a trajetória até conseguirmos o decreto sabe que a busca foi árdua e o trabalho incessante. Essa conquista é mais uma demonstração da necessidade de articulação, responsabilidade e união de nossa categoria junto ao nosso sindicato para mantermos e ampliarmos nossos direitos. Parabéns a todos os envolvidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *