Após pedido de urgência, Câmara de Vereadores aprova PL do reajuste de 10,06%

A categoria de professores (as) suspendeu o movimento grevista na última sexta-feira, 6 de maio, mediante aceitação de acordo entre a Prefeitura de São Luís e o Sindeducação, mediado pelos dois titulares das Promotorias de Educação do Ministério Público do Maranhão, e registrado na ata da audiência realizada no período da manhã na mesma data.

Um dos termos do acordo foi: concessão de reajuste no percentual de 10,06% aos professores de nível superior, retroativo a janeiro, para ser implantado assim que o Projeto de Lei fosse para a Câmara Municipal. O RETROATIVO DEVERÁ SER PAGO EM DUAS VEZES, NOS MESES DE JULHO E AGOSTO. Relembre (aqui)

O movimento paredista da categoria de professores (as), o maior enfrentado pelo governo Braide, foi suspenso, mas ficou claro para toda a sociedade que não encerrava ali a batalha, que todos ficariam vigilantes a todos os passos dados pela Prefeitura de São Luís sobre este assunto.

Neste sentido, o Sindeducação acompanha todas as pautas referentes à educação do município que tramitam na Câmara de Vereadores, inclusive marcando presença no plenário da Casa. No entanto, no final da manhã desta quarta-feira, 11, fomos surpreendidos por um pedido de urgência para votação do Projeto de Lei 120/2022, que trata sobre a concessão do reajuste de 10,06%, após requerimento do parlamentar Astro de Ogum, mesmo a matéria não estando na Ordem do Dia, fato que causou estranheza ao sindicato.

Após termos acesso ao conteúdo do PL, verificamos que ele difere do que foi acordado no MP-MA em relação ao pagamento do retroativo. No documento remetido à Câmara, a Prefeitura de São Luís propõe dividi-lo em 5 meses, de junho a outubro.

👉🏾Nós informamos aos (as) professores (as) que neste momento já acionamos a Câmara Municipal e a Prefeitura de São Luís reivindicando alteração no texto do PL para que ele esteja conforme o acordado em audiência no Ministério Público, bem como já informamos os promotores Paulo Avelar e Lindojonson Gonçalves sobre o descumprimento do acordo.

✅Nós solicitamos a toda a categoria que continue junto conosco, vigilante com a tramitação da Lei e no acompanhamento dos outros termos que foram acordados no último dia 6 de maio. Assim que tivermos o retorno da presidência da Câmara de Vereadores, atualizaremos a todos, pois essa pauta será acompanhada de perto por nossa gestão.

💪🏽A luta segue e não vamos fechar os olhos, muito menos calar a nossa voz!💪🏽

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *