UNIDADE | Sindeducação participa da Etapa Preparatória do Encontro Nacional da Educação

Diretoria do Sindeducação durante pré-ENE

O Sindeducação participou, nesta sexta-feira, 23, da etapa preparatória do III Encontro Nacional de Educação, pré-ENE, realizada no auditório do Sindicato dos Bancários, no Centro de São Luís. O Encontro Nacional da Educação é a maior articulação nacional do setor, responsável por grandes campanhas pela educação pública, laica, gratuita, de qualidade social, que discute acesso e permanência da classe trabalhadora, contribuindo para a construção de um projeto de educação por ela formulado e que a atenda de maneira plena e emancipatória.

As professoras Elizabeth Castelo Branco (presidente), Isabel Dias (1ª tesoureira) e Nathália Karoline (2ª tesoureira) representaram o Sindeducação no evento, que contou também com a participação de outros movimentos sindicais e entidades ligadas à área da Educação, como por exemplo o Sintema (trabalhadores em Educação da UFMA), dentre outros.

Para a líder dos educadores da Capital, os debates em torno da Educação Pública são de extrema importância no atual momento, principalmente em face do cenário político que o país atravessa, com incertezas para o futuro. “Ameaças de um conservadorismo nunca antes registrado certamente comprometerá o ensino e a aprendizagem dentro do ambiente escolar, fato que acabará por refletir em toda a sociedade”, avaliou a professora Elizabeth.

“É importante nós continuarmos com a mobilização para evitar a implantação de um modelo pedagógico nas escolas em que nada contribuirá para o desenvolvimento e bem-estar da sociedade. Precisamos desenvolver estratégias de resistência significativa para não deixarmos avançar esse modelo, que considero cruel, conservador e preconceituoso. É hora de resgatar a nossa identidade de luta e unidade, pois só assim a Educação Pública sairá vitoriosa dessa batalha”, finalizou.

Para Nathália Karoline, é necessário tornar o ENE em um espaço de resistência ao projeto de destruição da Educação Pública. “Nessa perspectiva, o Sindeducação se soma na luta para garantir a manutenção da liberdade pedagógica do professor dentro da sala de aula, em detrimento de um modelo que não favorece a construção do pensamento crítico pelos estudantes”, disparou a sindicalista.

ATIVIDADES –A programação de sexta-feira do pré-ENE foi aberta com a palestra da professora Tânia Maria Batista Lima, da Universidade Federal do Ceará (UFC). Ainda pela manhã, os participantes foram divididos em oito grupos temáticos para a discussão de assuntos diversos ligados à Educação Pública (Conhecimento, Currículo e Avaliação; Financiamento da Educação; Formação de trabalhadores da educação; Gênero, Sexualidade, Orientação Sexual e Questões Étnico-Raciais; Gestão/Organização do Trabalho Escolar; Organização da Classe Trabalhadora; Trabalho na Educação e Condições de Estudo; Universalização da Educação, Acesso e Permanência).

Ao final, cada grupo apresentou o resultado das discussões e as formas de enfrentamento desses problemas. À tarde, os grupos votaram a se reunir novamente para os debates e encaminhamentos dos temas.

Na programação do sábado, dia 24, estava prevista a plenária final que contava com a participação de representantes de outras entidades sindicais que representam a classe dos trabalhadores da educação.

ENE – O III ENE será realizado em Brasília (DF) nos dias 12, 13 e 14 de abril de 2019. A programação completa será divulgada em breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *