Sindeducação inicia ampla mobilização na base para a paralisação geral

5

O Sindeducação deu início as ações de mobilização para a Paralisação Geral de Advertência, de 24h, que começará no dia 25 de abril.  As visitas foram realizadas na área da Zona Rural, durante todo o dia.

Além de verificarem as condições de infraestrutura dos espaços escolares, as diretoras sindicais aproveitaram o momento para dialogar com os professores sobre a postura do governo municipal em relação às reivindicações da categoria.

3

“Diante da reposta da administração pública que oferece mais uma vez 0% de reajuste, nós precisamos reagir e dizer que não vamos pagar a conta da incompetência do governo Holanda Jr., vamos unificar forças e mostrar que as trabalhadoras e os trabalhadores da educação não abaixam a cabeça para a política austera desse governo. O custo de vida aumentou bruscamente e, com salários cada vez mais defasados, vamos precisar acumular mais empregos para podermos sobreviver. Para mudar essa realidade precisamos agir, com ousadia, força e determinação”, enfatizou a professora Elisabeth Castelo Branco.

A diretoria sindical também chamou a base para as ações de luta que acontecerão neste mês de abril. Relembre as deliberações da categoria na última assembleia 

  • 21 de abril : Plenária de debate sobre as Resoluções da Educação Infantil e Ensino Fundamental do Conselho Municipal de Educação;
    • 25 de abril: Paralisação de advertência de 24h;
    • 28 de abril: Assembleia Geral Extraordinária.

Sou professor, não desisto nunca!

Na luta pela garantia de seus direitos, os professores já começam a se mobilizar para o dia 25.

2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *