Professor Nota 10. Alunos da Ueb Profª Camélia da Costa Viveiros visitam Museu do Maranhão

1

Na manhã do dia 09 de outubro os discentes do 6º e 9º ano, mães de alunos visitaram o Museu de Paleontologia e Arqueologia do Maranhão situado na Praia Grande. “A atividade extra classe foi extremamente válida, favorecendo o crescimento humano e intelectual dos alunos”, comentou a  profª Flor de Cássia.

O museu de paleontologia  é um espetáculo quando se pensa em estudar os fosseis e a vida dos dinossauros em eras passadas. Com um acervo de peças variadas, o museu expõe fósseis do período cretáceo, cerca de 110 milhões de anos atrás, narrando a vida pré-histórica.

Possui réplicas de fósseis de dinossauros, pterossauros, peixes, tartarugas, e fósseis de plantas e troncos silicificados. A fossilização se deu pelas mudanças climáticas e geológicas ocorridas na terra. O museu também dispõe de biblioteca  de um centro de pesquisa e laboratório para estudo e investigação científica.

dino17

É uma verdadeira viagem no tempo em que os Dinossauros habitavam a terra, devido as peças encontradas na região e a  decoração. “Vale a pena conhecer esse lugar encantador”, comentou a mãe do aluno Kaio dos Santos de 12 anos do 6º ano, Maria dos Santos.

Atividade de campo é primordial para o entendimento do que se estuda em sala de aula. Patricio Silva de 15 anos do 9º ano interagiu bastante com as monitoras das Exposições permanentes do Museu : Paleontologia, Arqueologia e Etnonologia  e afirmou: “Eu fiquei muito impressionado com as amostras de fósseis encontradas no museu, com informações extremamente relevantes da  Paleontologia brasileira. Ver a alegria estampada no rosto dos alunos foi gratificante quem sabe sairá um paleontólogo dessa turma, observou Flor de Cássia.

No piso superior do Museu estão as exposições de Arqueologia e Etnonologia; a de Arqueologia tem como objetivo geral comunicar a importância e diversidade do patrimônio arqueológico, ressaltar o valor social do patrimônio e incentivar seu entendimento e preservação. A diversidade da cultura material é apresentada através de diferentes materiais (cerâmicos, líticos, botânicos, faunísticos, ósseos e outros). São explicados alguns dos processos desenvolvidos em laboratório para a definição de cronologias e as classificações que permitem o surgimento de hipóteses sobre os povos do passado.

A atividade foi concluída na exposição da etnologia na qual todos ficaram impressionados com a cultura, contribuição de diversos povos indígenas maranhenses, curiosidades como a Festa do Mel, da menina moça encantou a todos. “Realmente foi muito conhecimento o que vimos aqui” comentou Maria Vitória de 15 anos do 9º ano.

Texto: professora Flor de Cássia.

Essa é uma iniciativa da Professora Flor de Cássia, que faz a diferença na rede de ensino público do município de São Luís, e por isso ela é PROFESSORA NOTA 10.

Professor, compartilhe o seu trabalho conosco. Faça sua inscrição na categoria PROFESSOR NOTA 10:http://sindeducacao.org/professor-nota-10

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *