Nota de Esclarecimento sobre a reposição de aula neste sábado

O Sindeducação informa que já tomou providências, por meio da Assessoria Jurídica, sobre a imposição da Secretaria Municipal de Educação em relação à reposição do dia 25 de abril (paralisação geral), solicitando informações por escrito à SEMED, na medida em que não existe nenhum documento oficial determinando a reposição da falta unicamente neste próximo sábado, dia 26/05. Existe apenas uma orientação informal, passada aos gestores por meio de mensagem de WhatsApp, com a qual o sindicato não concorda e está tomando providências para garantir que os professores possam repor os dias de paralisação de acordo com as orientações da entidade sindical.

O sindicato repudia veementemente a determinação da SEMED, que, mais uma vez, age à revelia do Sindeducação e segue na tentativa de coagir os profissionais do magistério.  Não houve diálogo entre o ente público e sindicato, demonstrando a forma truculenta da atual gestão municipal.

Desta forma, o Sindeducação, por meio da Assessoria Jurídica, orienta:

1 – O servidor que puder repor o dia de trabalho neste próximo sábado, que o faça, registrando o seu ponto normalmente;

2 – Quem não puder repor neste sábado, deve apresentar por escrito ao gestor da escola, a proposta de reposição do dia de trabalho, em duas vias, ficando com uma das vias protocolada (assinada pelo diretor ou coordenador);

3 – Se o gestor ou coordenador se negar a receber o expediente, a proposta de reposição deve ser apresentada junto ao protocolo da SEMED, direcionada ao secretário, através do requerimento do servidor, anexando cópia da proposta feita ao gestor da escola.

Entendemos como arbitrária a orientação da Semed, tendo como único objetivo desestimular a adesão às paralisações feitas pela categoria em protestos contra o governo municipal. Nenhum servidor pode ser impedido de repor o dia de trabalho, principalmente quando se trata dos serviços referentes à educação pública.

Somos professores, servidores públicos, profissionais comprometidos com a educação e temos ciência das nossas obrigações, portanto, não nos calaremos diante de ações tirânicas.

 

A Diretoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *