Feliz Ano Novo!!!

ano novo pequeno

Chegamos ao final de mais um ano. 2017 foi de muita luta e dificuldade. Na esfera Federal, o Governo Temer continuou o processo de desmobilização da classe trabalhadora, com a aprovação de reformas que prejudicou o trabalhador brasileiro e ainda levantou dúvidas sobre o futuro do sindicalismo e da representação laboral, com o fim do imposto sindical.

A aprovação da PEC 241/2016 que a partir de 2018, vai congelar os investimentos em saúde e educação previstos na Constituição foi um duro golpe que vai condenar os serviços públicos por 20 anos de penúria. A aprovação da reforma trabalhista e a proposta de reforma da previdência é um descalabro.

Na esfera municipal, enfrentamos mais uma vez a tirania da Prefeitura de São Luís, com mais uma greve histórica de mais de 30 dias, onde a Secretaria Municipal de Educação, SEMED, foi ocupada. Enfrentamos a arbitrariedade do Prefeito Edivaldo Holanda Junior, que sequestrou os salários dos professores, como forma de retaliação ao movimento paredista. E que este prefeito quer proporcionar um arrocho salarial a duras penas cortando a dignidade do trabalhador

2018 promete ser mais um ano de muitas batalhas, de um novo momento, onde a classe trabalhadora brasileira precisa entender o papel fundamental que exerce nesse contexto. Teremos que recompor a unidade dos sindicatos, movimentos e organizações dos trabalhadores para enfrentar esse governo e seus planos de austeridade. Duras foram as lutas em 2017 e mais duras ainda indicam ser as lutas do ano que se aproxima.

Não podemos baixar a guarda. Principalmente ao lembrarmos que esse governo, negou o reajuste da categoria em 2017. Minha mensagem aos companheiros e companheiras é que não podemos e não iremos esmorecer, pois de nossa força e união há de brotar a resistência. Nosso grande desafio para 2018 é inverter a atual correlação de forças desfavorável aos trabalhadores.

Construímos e construiremos a luta de cabeça erguida, com a certeza que temos garra e determinação para enfrentar a opressão municipalista. Mantendo a unidade permaneceremos firmes no compromisso de encarar e concretizar melhorias nas condições de trabalho, valorização profissional e a consolidação de direitos da categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *