Campanha Salarial: Assembleia delibera reajuste da categoria para 2018

A Campanha Salarial de 2018 já foi iniciada e esse ano vem com o tema: “UNIDOS SOMOS FORTES! UNIDOS SOMOS IMBATÍVEIS!”

Foto 01

A Assembleia Geral Extraordinária, realizada na manhã desta quarta-feira, 17 de janeiro, deliberou sobre o reajuste salarial e a pauta de reivindicação de 2018 dos Professores da Rede Pública Municipal de Ensino de São Luís, liderados pela entidade sindical, gestão Resistir, Lutar e Avançar nas Conquistas.

Na pauta de discussão o reajuste da tabela de vencimento do magistério, a eleição de dois membros representantes de cada modalidade de ensino e a votação de dois representantes da base para a composição da mesa de negociação entre outros informes.

Iniciando a Assembleia, a professora Elisabeth Castelo Branco, presidente do Sindeducação explanou sobre a atual conjuntura política que passa o país e ainda fez uma avaliação sobre a I Conferência Livre, evento realizado pelo Sindeducação nos dias 11, 12 e 13, na Faculdade Pitágoras.

“Em 2018, projetamos um ano de lutas intensificadas. Nesse sentido, a diretoria do Sindeducação em conjunto com a categoria dos trabalhadores da educação, iremos caminhar juntos em prol da valorização da categoria, lutar pelo nosso reajuste e defender as melhorias das condições de trabalho. Vivemos um momento histórico de retirada de direitos dos trabalhadores, por isso precisamos nos identificar como tal e unir forças para poder lutar contra essa política de austeridade do poder público. Mais do que nunca, precisamos de unidade, determinação e foco para buscar o que é nosso de direito”, ponderou a presidente do Sindeducação.

Reajuste Salarial 2018

Foto 03

Na assembleia, foi aprovada a proposta da diretoria do Sindeducação que defendeu o reajuste salarial da categoria para 2018 de 14,97%, percentual que contempla a perda de 2017, mais a soma do índice de 2018 (6,81%) corrigido.

Ainda como parte das deliberações da assembleia foi feita a eleição de membros representantes de cada modalidade de ensino para a ampliação das discussões sobre a pauta de reivindicação de 2018, sendo eleitas como representante da Educação Infantil e Ensino fundamental – séries inicias a professora Cláudia Aquino; Ensino Fundamental – séries finais o professor Pedro Costa; Educação de Jovens e Adultos – EJA – professora Mônica e para Educação Especial, a professora Alessandra.

Também foram votados os representantes da base que vão fazer parte da mesa de negociação 2018 juntamente com a diretoria do Sindeducação com a Prefeitura de São Luís, sendo eleitos os professores Leonel Torres – 27 votos e Antonísio Furtado – 25 votos como titulares e suplentes os professores Pedro Costa –  23 votos e Cláudia Aquino – 11 votos.

Construção da Pauta de Reivindicação

Foto 04

A diretoria do Sindeducação propôs uma pauta de reivindicação que abrange três pontos estratégicos da vida do professor: Questões Salariais e Educacionais e Valorização da Carreira Profissional, tendo como base os avanços conquistados com a campanha salarial 2017.

A prévia da pauta de reivindicação está disponível no site do sindicato (click aqui) e os professores terão até sexta-feira, 19 de janeiro, para inscrever suas ideias e sugestões. O material deve ser encaminhado para o endereço eletrônico do SINDEDUCAÇÃO: jornalismosindeducacao@gmail.com. A partir de segunda-feira, 22 de janeiro, a pauta de reivindicações vai ser protocolada na SEMED.

“Este ano precisamos de maior interação nesta campanha salarial. Se a categoria não for forte e atuante, a tendência é não só deixar de alcançar novos avanços, como também amargar perdas historicamente conquistadas por esta entidade. Por isso, o SINDEDUCAÇÃO convoca todos à luta em mais esta Campanha Salarial”, disse Elisabeth Castelo Branco, presidente do Sindeducação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *